Arquivo da tag: Bares

Cervejaria Nacional

O último sábado foi dia de comemorar os 22 aninhos recém chegados e despedir dos amigos, porque nos próximos dias embarco em um grande sonho: viajar pela América do Sul. O roteiro eu conto melhor para vocês depois e com certeza vou compartilhar aqui no Levo na Mochila todas as descobertas que eu fizer nas terras dos vizinhos Argentinos, Chilenos, Bolivianos, Peruanos, Equatorianos e Colombianos :)

Mas, hoje estou aqui para falar da Cervejaria Nacional, lugar escolhido para essa data especial. Ótima escolha por sinal! Ainda não conhecia o lugar, mas como foi muito bem indicado por amigos e reservavam o número de lugares que eu precisava, acabei fazendo lá. O resultado foi uma noite agradável com os amigos, bons quitutes e drinks!

A Cervejaria Nacional produz a própria cerveja que servem no bar e você pode pedir um Sampler como o da foto aí de cima para provar todas!!! Como eu já contei aqui, meu amor por cerveja é de longa data e achei a cerveja deles boa. Mas, o que achei bom mesmo foram as caipirinhas. A caipirinha verde com cachaça artesanal, limão taiti, kiwi e hortelã, foi a minha preferida da noite. Os quitutes também estavam uma delícia, o sanduíche mineirão foi aprovado pelos amigos (eu não experimentei), me joguei nas batatinhas fritas com molhinhos deliciosos! Também me acabei no bolo cortesia da casa estilo brownie, estava de tirar qualquer um da dieta, ainda mais eu que fujo da dieta por pouco. hê

E o preço? Não dá pra chamar de barato, mas também não é caro. Uma média boa. A caipirinha, por exemplo, tem de diferentes preços, a partir de R$ 11,oo e o Sampler com todas as cervejas R$ 19,90.

Atendimento, quitutes, drinks e ambiente super aprovados. Muitos balões para Cervejaria Nacional :)

Onde fica?

Fotos por Danyelle Fioravanti

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Mochilão SP

TOP 3 Bares SP – I

guest_post

Olá “levados” na mochila, ou na caneca! Quem vos fala é Cadú Parise.

Antes de mais nada eu gostaria de dizer que é um prazer imenso poder participar deste blog com essa humilde contribuição, pois esse é um projeto no qual sempre acreditei por se tratar de falar das maiores paixões dessas duas aventureiras (des)temidas. Eu acredito firmemente que, quando fazemos coisas que realmente gostamos, os resultados são infinitamente melhores e nos elevam a outro estado de espírito, e isso é o que acontece com a Dany e a Fer.

Recebi a difícil missão de listar em três posts o meu TOP 3 dos bares de São Paulo, cidade onde me perco há pouco mais de 3 anos. Sim, me perco, afinal, um interiorano natural de Sorocaba que vive ouvindo música e não presta atenção em nada, vaga no modo suffle pela capital. Anyway, vamos lá!

Em 3º lugar | Mocotó

Como já disse, vivo me perdendo em SP. Mas, nunca me perdi tanto e por um motivo tão bom quando fui conhecer o famoso Mocotó nos confins da Vila Guilherme. Uma coisa eu garanto: vale a pena se enfiar no labirinto até chegar lá, vale cada minuto e cada centavo gasto com as melhores porções que já comi na vida e na degustação de algumas das mais de 500 cachaças disponíveis. Ainda pode-se conhecer grandes figuras como o Seu Josafá – garçom que trabalha no boteco desde que foi aberto há mais de 30 anos – e o próprio fundador, Seu Zé Almeida.

Torresmo, nunca vi coisa igual. Dadinhos de tapioca, uma benção. Linguiça com cebola roxa e cachaça, se você não quiser engordar e/ou se preocupa com colesterol, isso passa. E por último, mas talvez a mais importante, a Asinha de Pintado – essa é indispensável experimentar. Não sei dizer se é exclusividade da casa, mas nunca vi em outro lugar. A lista é extensa, é um local de alta gastronomia mas com preço justíssimo (sério, não é caro), e já ouvi falar muito bem de vários outros pratos e petiscos.

Só que o Mocotó tem mais uma característica única… O menu degustação de cachaças. E é por isso que fui até lá. Por uma taxa fixa (não lembro o valor) você experimenta quantas cachaças quiser/puder/aguentar, inclusive as de alta qualidade. Em minha aventura lá, experimentei 21 tipos (é, o povo do interior bebe…), dentre as quais estavam a João Mendes 8 Anos (MG), Volúpia (PA), Weber Hauss (RS), Terra Brasilis (SP), Dona Beja (MG), Germana (MG)… E, acreditem se quiser, para finalizar eles ainda servem um licor de cachaça, bebida atípica, doce e muito gostosa. Deve ser para rebater as cachaças.

Confiram o segundo e primeiro lugar do TOP3 do Cadú, nas próximas sextas-feiras, aqui no Levo na Mochila ;)

Gostou do post?
Compartilha aí!

Post por Cadú Parise
Foto por Rio de Janeiro a Dezembro


4 Comentários

Arquivado em Mochilão SP

Ringue Lounge

Ringue Lounge no maps

O Ringue Lounge é um bar tematizado, repleto de quadros que contextualizam o universo do boxe. É daqueles lugares que quando você entra solta um “Noossaaa!” Pode parecer imponente por seus lustres chiquérrimos, mas é um ambiente super agradável e aconchegante, com um atendimento primoroso.

Sábado nosso grande amigo e super colaborador do blog, Antônio, comemorou seu aniversário lá, prometendo que o local renderia um post e ele estava certo.

Os preços não são amigos daquele mês que as coisas estão mais apertadas, sabe? Vale ir, quando tiver uma graninha para gastar e apreciar os drinks especiais da casa. Fer e eu que não somos nada bobas, investimos nos pesos pesados Mohamed Ali, uma receita com vodka, gengibre e licor de romã e o refrescante Sonny Liston com tequila, suco de maça e apricot.

Entre os quitutes, a brusqueta de salmão fez sucesso entre os amigos, todos comentaram o quão deliciosa estava. Ou seja, não deixem de pedir!

E aí vão alguns cliques dessa noite maravilhosa entre amigos no Ringue Lounge :)

 

2 Comentários

Arquivado em Mochilão SP

Rey Castro

Sempre ouvi falar do Rey Castro, o tal bar cubano em SP e estava ansiosa para conhecê-lo. Fui cheia de expectativas e confesso que não vi nada tão cubano assim por lá. Não sei se foi o dia, ou o quê…

O ambiente é legal, as bebibas e comidas bem gostosinhas, mas não entrega uma experiência diferenciada de outros bares que não são “cubanos”.

Não ouvimos música cubana :(

A banda que tocaria soul music começou a tocar depois das 23h30 e como era uma terça-feira não pudemos esperar o show e antes disso as músicas que tocaram eram bem aleatórias.

Conversando sobre o bar com a amiga e companheira deste mochilão, Fernanda Mendes, do tumblr Pingos de Jupiter, fomos um pouco além no não “cubanismo” do bar. Como um bar em homenagem a Fidel Castro pode ter área vip? Tá, talvez seja um pouco viagem nossa, mas faz sentido, vai.

Não foi uma experiência ruim, mas esperava mais. Uma questão de expectativa frustada.

Quem sabe nos dias que tem concurso de salsa, a coisa não é mais interessante por lá, né?!

Alguns dos clicks ;)

Em geral foi um Mochilão bem bacana com bons drink!

:)

5 Comentários

Arquivado em Mochilão SP

Drosophyla, nosso bar favorito em SP

From http://www.flickr.com/photos/claudia_midori

Minha noite no Drosophyla já contava com coisinhas básicas para ser especial: boa companhia e boa cerveja.

Minha amiga e aniversariante do dia, Fernanda Mendes, sabe bem como escolher um bar. E a expectativa era grande.

Daí, esse barzinho delicioso ali na região da Consoloção surpreendeu e transformou minha noite em master, blaster, plus especial. Atendimento primoroso, ambiente maravilhoso e aconchegante, cheirinho de canela  e uma fogueirinha para aquecer. Nesse frio…huumm

Não tinha como não me apaixonar e virar post, né?! Tudo lindo, a decoração, iluminação, comidinhas e bebidinhas.

As dicas da casa caíram maravilhosamente bem: para beber uma cerveja Erdinger Dunkel e para comer um queijinho camembert, tudo combinando com o friozinho.

O Drosophyla é aquele lugar que quando você entra, logo sente que ali tem  muita história e que também vai te dar algumas boas delas pra você contar.

O primeiro Drosophyla surgiu em 1986 lá nas Gerais e pra vocês terem ideia de quanta história tem ali, o bar foi palco do primeiro show da banda Jota Quest e já recebeu grandes nomes da nossa música brasileira, além de muita arte e teatro.

A premissa do bar é que o ambiente pareça uma casa, onde você encontra os amigos e pareça bar, onde tudo pode acontecer. Interessante, né?!

Aí vão alguns clicks, muitos sem flash para mostrar o clima do bar.

O lugar é viciante e já to morrendo de vontade de voltar. Ouvi dizer que o Escondidinho de lá é bem gostosinho. Já quero experimentar ;)

E o melhor? Preço super justo!

14 Comentários

Arquivado em Mochilão SP