Arquivo da tag: Italia

O melhor gelato do mundo está em Roma

A cerca de 400 metros do Castelo Sant’Angelo você encontra a Gelateria Del Teatro.

É a melhor sorveteria do mundo na minha opinião! O lugar oferece os sabores tradicionais de “gelato” (sorvete italiano) como pistache e chocolate, mas também outros bem diferentes, como abóbora e chocolate (incrível, vai sem medo nessa escolha).

A sorveteria fica numa viela super charmosa, escondidinha do mundo. Então, não tem trânsito ou lojas interferindo no seu momento especial em Roma com a galera ou com o seu amor. É legal para qualquer situação. Se você está procurando um ar romântico, pegue o sorvete e fique alí sem pressa sentado na escadaria. É um daqueles momentos especiais que você acha que só existe em filme, mas quando você está alí, percebe que é tudo real e que o filme é na verdade a sua vida.

O lugar é escondidinho, não dá pra ver direito no Google Maps. É uma das vielas que saem da praça onde o Google Maps aponta como o lugar da gelateria (Via de San Simone, 70).

Achei o preço bem justo. O copinho pequeno com dois sabores sai por €2.00 e o cone de biju artesanal com dois sabores sai por €2.50.

Viela charmosa - Gelateria del Teatro

Viela charmosa – Gelateria del Teatro

Gelato del Teatro

A escadaria faz toda a diferença na atmosfera. E olha só: não tem loja ou trânsito!

Gelato del Teatro

Gelateria del Teatro

Gelato del Teatro

Para ir com a galera ou para um pouco de romance <3

Pensando na janta e no café da manhã? Confira nossas dicas:

1. Café da manhã italiano.

2. Jantar tipicamente Romano.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Destinos, Europa, Itália

Café da manhã em Roma: Comer como os italianos

Tenho duas sugestões para um café da manhã típico em Roma: ir a um Bar ou uma Padaria.

O conceito de Bar e Padaria é um pouco diferente do Brasil.

No bar você encontra o espresso, latte macchiato (mais leite do que café), caffè latte (mais café do que leite), cappucino, etc. Eles também tem panino (sanduiche frio), spremuta (suco de laranja feito na hora), tramezzino (sanduiche quente), cornetto (cone de massa folhada com creme de baunilha ou chocolate). Enfim, tem para todos os gostos. O legal de ir aos bares de manhã é que você pode ver o caos organizado que é pedir um café. Cena de cinema.

Você encontra bares em qualquer esquina de Roma, então se aventure em algum próximo de onde você está hospedado.

Já as padarias tem mais variedade de doces, mas você normalmente terá que comer fora do estabelecimento. Eu não acho um problema, é só sentar em alguma piazza próxima e curtir o que está ao seu redor, especialmente as pessoas falando essa língua tão linda.

Recomendo a Il Fornaio, que fica entre a Piazza Navona e o Campo di Fiori (Via dei Baullari, 5-7). Eu já comi uma tortinha com pinoli e também um cornetto napoletano com creme de baunilha. Mas tudo parece tão bom…É como entrar na loja da nonna do Willy Wonka.

Il Fornaio

Il Fornaio: Via dei Baullari, 5-7

Doce italiano. Corneto.

Doces de massa folheada e tortinhas de creme.

Cornetto Napoletano alla crema

Cornetto Napoletano alla crema. Foto do Humberto Hirochi.

Roteiro de 3 dias em Roma: Doce romano

Tortinha de pinoli com creme de baunilha…e a cara da pessoa sonhando em destruir o docinho! haha

 

Já pensando na janta e sobremesa? Dá uma olhada nessas dicas:

1. Jantar tipicamente Romano.

2. O melhor sorvete do mundo está em Roma.

4 Comentários

Arquivado em Destinos, Europa, Itália

10 dicas de viagem para Roma

Roma é uma das cidades mais lindas do mundo.  Com tanta história e pessoas interessantes, é com certeza uma cidade para ser vivida. Mas, se você não tem muito tempo ou dinheiro, vão aqui algumas dicas para você aproveitar um mochilão pela cidade:

Dica 1: Compre um chip para o seu celular (tem uma loja da Vodafone na Via del Corso. Mas, você pode encontrar outras na Via del Corso: Tim, Wind, Tre). Na Vodafone, por €25 você terá um número local e acesso à Internet por 2 semanas (claro, sem ficar assistindo vídeos no Youtube com o 3G). Isso vai te ajudar a entender a história dos lugares quando você estiver neles. Eu usei o Wikipédia através do Chrome para iPhone e foi perfeito. Mas, também existem outros apps muito bons.

Dica 2: Empreste ou compre um guia de Roma, com mapa, caso você não tenha um smartphone. Não precisa de um guia muito grande para 3 dias em Roma. Já viajei com o Frommer e com o Lonely Planet, e ambos atendem. Se estiver com o orçamento apertado para a viagem, tente pegar emprestado o do hostel ou hotel que você vai ficar. Normalmente eles emprestam numa boa.

Dica 3: Roma Pass. Se você vai ficar em Roma por pelo menos 3 dias, você pode preferir o Roma Pass ao invés de um guia impresso, que é um cartão que dá direito à entrada no dois primeiros sítios arqueológicos, descontos para museus e galerias, e já vem com um mapa impresso (muito bom) mostrando a localização vários pontos turísticos de Roma. Além disso, também é possível usar o transporte público quantas vezes quiser. Tudo fica em €30,00.

Dica 4: Leve lanchinhos para a sua caminhada. Você vai andar bastante, então é bom ter um lanchinho para matar a fome antes de destruir qualquer snack porcaria e caro vendido para turistas.

Dica 5: Se arrisque nos supermercados! Existem vários tipos de presuntos crus e pães rústicos que são muito bons e baratos.  Além de tudo, é ótimo para entender o que um italiano de verdade come no dia-a-dia.

Dica 6: Você deve ir a esses lugares, são encantadores (e os meus favoritos): Fontana di Trevi, Coliseu, Piazza di Spagna, Piazza del Popolo, Roma Sparita (O melhor e mais aconchegante restaurante de Roma) e Gelateria del Teatro (o melhor sorvete do mundo!).

Dica 7: Evite a tentação de pegar “gelato” em pontos turísticos. O “Gelato” (sorvete) italiano é incrível, quando bem feito. A tentação pode ser grande, mas evite pegar um “gelato” ao redor de pontos turísticos, como a Fontana di Trevi. Eles normalmente são feitos da mesma forma daqueles sorvetes de massa que você compra no supermercado aqui no Brasil. O legal é experimentar os artesanais, como os da Gelateria del Teatro.

Dica 8: Cuidado com o preço do menu italiano. O menu tradicional do italiano nos restaurantes é imenso e eles tem o costume de pedir o menu completo, então cuidado ao pedir, pois a conta pode vir alta. Eles têm:  Entrada (que pode ser mais de um prato), primeiro prato (massa), segundo prato (peixe ou carne), sobremesa, café, e amansa café (são licores que eles dizem ser digestivos. É bem comum eles pedirem após a refeição. O principal é o limoncelo). Claro, vinho e água para acompanhar tudo isso. Ufa..

Dica 9: Uma boa opção para beber vinho bom e acessível é ir ao supermercado. Não sou especialista no assunto, mas descobri, depois de muito vinho com os amigos italianos, que gosto de certos tipos de uva que fazem o vinho ser mais frutado e leve. Se você curte esse tipo também, indico esse no supermercado: Vinho Branco St. Michael-Eppan (Gewurztraminer), €12.00 no máximo.  São restaurantes com preços geralmente mais acessíveis, mas cuidado, pois às vezes eles dizem que é Osteria, mas é na verdade um restaurante bem caro. É só checar o menu antes.

Dica 10: Aperitivo. Se preferir sair para petiscar e ver pessoas, pergunte por lugares onde é oferecido o “Aperitivo”. O “aperitivo” é o happy hour deles, só que você pede uma bebida alcoólica e tem direito a se entupir de comida que eles oferecem (geralmente uma salada, um sanduiche, presunto, queijos). Você paga €7.00 por uma taça de vinho, mas janta barato.

Fontana di Trevi

Gigi e Eu – Fontana di Trevi

Pausa para o lachinho

Pausa para um lanchinho

Piazza di Spagna

Gigi e Hirochi na Piazza di Spagna

Piazza del Popolo

Visual incrível da Piazza del Popolo. Foto tirada do alto da Terrazza del Pincio

4 Comentários

Arquivado em Destinos, Europa, Itália