Arquivo da tag: trip

Floripa e o que a vida tem de bom

Para ler ouvindo: Good Life – One Republic

Na viagem a Florianópolis foram muitos os momentos em que me peguei falando ou pensando: A vida é boa demais!!! Cada lugar onde passamos deixou um pouquinho dessa sensação de que os perrengues do dia-a-dia valem a pena :)

Como era nossa primeira vez na ilha, conhecemos mais a parte leste, onde fica a Lagoa da Conceição. É um lugar muito procurado por turistas e as praias que fomos: Joaquina, Mole e Barra da Lagoa, são bastante frequentadas por surfistas. Quando você chega à Joaquina logo entende porquê, como ventaaa!!!

Algumas dicas do que conhecer em uma trip rápida para Floripa.

1. Empório Mineiro – Já tinha lido sobre o empório em alguma revista e logo quando chegamos à Lagoa demos de cara com ele. A fominha que estávamos, pois nosso vôo foi bem cedo no sábado, não nos deixou dúvida que tínhamos que parar uns minutinhos ali para um café. O lugar, seus quitutes e o atendimento são tão primorosos que os minutinhos viraram algumas horas de apreciação da vista da Lagoa, acompanhadas de um bom café.

Não deixem de pedir o café mineiro com doce de leite, o cappuccino com macadâmia e o café nutella. Não tem como não querer todos!

 

2. Lagoa Hostel – Assim que entramos no Lagoa Hostel sentimos que aquela viagem seria cheia de histórias e não estávamos enganadas. Quanta história para apenas dois dias. O Sergio e o Rafael nos atenderam super bem e deram muitas dicas do que fazer por lá. O café da manhã também não deixa nada a desejar. Já pode voltar?

 

3. Lagoa da Conceição – Após algumas tentativas de alugar um carro ou uma scooter fracassadas, decidimos investir em uma caminhada pela Lagoa da Conceição até a praia da Joaquina. Ventava bastante e o percurso era de quase uma hora, mas a vista é tão bonita que só dava pra notar o sorrisão no rosto das duas mochileiras :D

 

4. Dunas e Praia da Joaquina – Tem areia na minha orelha até hoje!!! Como venta na Joaquina, o que de fato atrai muitos surfistas e o que faz da vista ainda mais bonita. hê

Camarão, caipirinha e ver o mar…existe algo mais clichê da vida boa do que isso?

 

5. The Black Swan Pub – Nas primeiras horas em Floripa já mapeamos alguns pub’s na região da Lagoa e planejamos um Pub Craw. O escolhido para ser o primeiro da noite foi o The Black Swan, que nos chamou bastante atenção pelo seu nome. A ideia era tomar alguma cerveja ali e então continuar em um roteiro cervejeiro pela noite de Florianópolis, mas quando a banda Doc subiu ao palco foi impossível sair de lá. A banda tem um repertório incrível de covers e versões muito bem tocados. Acabamos não indo a nenhum outro bar e não nos arrependemos nem um pouquinho ;)

 

Como esse post ficou gigante, conto do segundo dia no próximo ;)

#ficatemmaisdica

Publicado por: Danyelle Fioravanti

Fotos: Danyelle Fioravanti e Fernanda Mendes

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Brasil, Destinos

Sobre a mobilidade e o caos

From Flickr

Esse blog começou com a ideia de quebrar um limite que eu enxergava e sei que muitos enxergam: a distância entre Zona Sul, Leste, Oeste, Norte dessa cidade linda de meu Deus, São Paulo. – Sofro chamando os amigos para sair e ouvindo: Mas é longe

E vamos combinar que apesar de linda e amada, São Paulo vive o caos, o caos da mobilidade ou melhor da imobilidade. – E é aí que ouço: É longe, tem que pegar muitos ônibus ou tem muito trânsito.

São Paulo é 4ª cidade com pior trânsito do mundo, sendo a 1ª Pequim na China, a 2ª Moscovo na Rússia e a 3ª Cidade do México no México.

Na última quinta-feira chovia muito na terra da garoa e é aí que tudo fica imóvel, mesmo. Ainda assim, consegui chegar ao meu destino, em pleno horário de pico: TedxVilaMadá. Para discutir como nossas cidades podem ser mais criativas e possibilitar mobilidade para todos: deficientes, usuários do transporte público, motoristas, motoloucos, ops motoqueiros (brincadeirinha, tenho muitos amigos adeptos das motos).

Para quem não conhece o TED e o sua versão da Vila é só clicar nos links. (O TED surgiu nos EUA, NY para espalhar ideias e inspirar pessoas e tem suas versões independentes em todo o mundo).

Achei a reflexão muito interessante, ouvimos desde de  engenheiro civil a  deficiente visual, contando suas peripécias no transporte público de São Paulo. Várias ideias de como poderiamos melhorar o caos das cidades. Não pude ficar até o final do evento, mas sei que falaram sobre cicloativismo, como uma dessas ideias.

Enfim, várias ideias rolando por lá pra gente poder se mover mais e melhor e aí me lembrei de uma matéria que li há um tempinho na Trip, com o antropólogo Roberto da Matta, que se dedicou ao estudo dos motoristas brasileiros e seu comportamento “doentio.” A matéria é muito boa, cutuca alguns comportamentos que você pode se identificar, vale o click, aqui.

Para quem se interessar mais por nosso “jeitinho” no trânsito, a Vida Simples desse mês traz a matéria: Sobre Carros e Lobos. Por que somos tão selvagem no trânsito?

E você? Como está se movendo?

*Fotos roubadas do site do TedxVilaMadá e da Trip

6 Comentários

Arquivado em Mochilão SP